Translate this Page

Rating: 2.1/5 (338 votos)

ONLINE
1





Partilhe esta Página


4- AS SETE CARTAS
4- AS SETE CARTAS

São cartas bem pequenas, simples e pessoais para as comunidades de Éfeso (2,1-7), Esmirna (2,8-11), Pérgamo (2,12-17), Tiatira (2,18-29), Sardes (3,1-6), Filadélfia (3,7-13) e Laodicéia (3,14-22). Não vamos explicar cada carta. Damos apenas algumas informações gerais para todas as cartas. As sete divisões de cada carta. Todas as sete cartas têm a mesma forma, o mesmo jeito. Têm as mesmas sete partes:

 

1) Todas elas são dirigidas ao "anjo da comunidade" que é, provavelmente, o coordenador ou coordenadora. (2,1.8.12.18;3,1.7.14).

 

2) Todas se apresentam como palavra de Jesus: Assim diz... (2,1.8.12.18;3,1.7.14).

 

3) Em cada carta, Jesus recebe um título (2,1.8.12.18;3,1.7.14). Quase todos os títulos vêm da visão que João teve de Jesus (1,12-20).

 

4) Em todas as cartas, Jesus começa dizendo: Conheço... e descreve as qualidades positivas da comunidade (2,2-3.9.13.19;3,8). A comunidade de Laodicéia não tem nada de positivo. Ela não é fria nem quente (3,15-).

 

5) Jesus descreve o que cada comunidade tem de negativo e dá advertências (2,4-6.14-16.20-25;3,2- 3.15-19). Duas comunidades não têm nada de negativo: Esmirna e Filadélfia. A estas Jesus dá conselhos de perseverança (2,10;3,11). Na comunidade de Sardes, o negativo é mais forte do que o positivo (3,4). Por isso, lá se inverte a ordem.

 

6) Todas elas têm o aviso final: "Quem tem ouvidos, ouça o que o Espírito diz às comunidades!" (2,7. 11.17.29;3,6.13.22).

 

7) Todas elas terminam com uma promessa ao vencedor (2, 7.11.17.26-28;3,5.12.21).